Karol Conka se proclama ‘original sem cópia’ no discurso altivo e autorreferente do single ‘Kaça’

A julgar pelo discurso altivo e autorreferente adotado por Karol Conka em Kaça, primeiro single do álbum Ambulante, a rapper curitibana se sente o alvo principal do que chama de “temporada de kaça” nos versos desse rap de batida seca em que Conka se revela fera indomada.
Se a batida formatada pelo produtor Boss in Drama cai no suingue brasileiro na estrofe iniciada com o verso “Mais um que passou, só mais um que passa”, o discurso de Conka mantém o tom aguerrido e marrento, alvejando quem a crítica e/ou a imita.
Na letra, a artista se proclama “original sem Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!