Monarco comprova em disco majestoso que o tempo da velha guarda do samba é (sempre) hoje

O tempo de Monarco também é hoje. O que legitima o título, Monarco de todos os tempos, do álbum produzido por Mauro Diniz e lançado pelo bamba octagenário neste mês de outubro de 2018 em edição da gravadora Biscoito Fino.
Basta ouvir o inédito samba que abre o disco de repertório inteiramente autoral, Agora é tarde (Monarco), para identificar a nobreza melódica do samba associado à velha guarda. Nobreza que nunca deveria sair de pauta em qualquer tempo.
Por mais que haja certa linearidade e até algum excesso no conjunto de 16 sambas apresentado no álbum, a obra soa atemporal. Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!