Pity Álvarez, roqueiro argentino, confessa assassinato de vizinho: ‘Era ele ou eu’

Ex-líder das bandas Viejas Locas e Intoxicados se apresentou à polícia em Buenos Aires. O músico argentino Cristian “Pity” Álvarez em foto de 2008
Fernando Gutierrez/Diario La Nacion via AP
O músico argentino Cristian “Pity” Álvarez, ex-líder das bandas de rock Viejas Locas e Intoxicados, confessou ter matado um vizinho. “Eu o matei, era ele ou eu”, disse à emprensa antes de se entregar nesta sexta-feira (13) à polícia.
Álvarez era alvo de um pedido de prisão desde a véspera, pois, segundo testemunhas, ele tinha disparado 4 vezes contra Cristian Díaz, de 36 anos.
O cantor, de 46 anos, se apresentou na comissaria 52 Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!