Que tipo de escritor vale mais: os prolíficos ou os perfeccionistas?

Nas biografias dos escritores é interessante observar o quão longevo foi o sujeito, ou seja, com quantos anos morreu, e o quão produtiva foi sua obra, ou seja, quantos livros publicou. É assim que se pode identificar os prolíficos e os perfeccionistas.
Os primeiros escrevem com frenesi, publicam um livro atrás do outro, cultivam todos os gêneros, da poesia ao romance, do conto ao ensaio, e normalmente possuem um renque de obras “menores” como manuais escolares ou antologias de discursos cívicos. Já os perfeccionistas, conforme a própria denominação, são terrivelmente cautelosos na hora de publicar, passam anos revisando o mesmo livro Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!